“O estudo da eficiência das pessoas em seu ambiente de trabalho”.

A palavra Ergonomia vem do grego, Ergon, que significa trabalho e Nomoi, que significa lei natural.

Para nos aprofundarmos um pouco mais, vale mencionar que a ergonomia consiste no aprimoramento e na otimização dos produtos desenvolvidos para o uso humano e a aplicação dos princípios psicológicos e fisiológicos em torno do design de produtos, processos e sistemas. Para nós, da CBS, isto significa reduzir o desconforto humano ao mesmo tempo em que se aprimoram a produtividade e a segurança com foco específico na interação entre as pessoas e os produtos.

A ERGONOMIA É CONSIDERADA UMA CIÊNCIA
Os estudos sobre ergonomia, como os conhecemos na atualidade, foram realizados pela primeira vez durante a 2.ª Guerra Mundial.
A pesquisa inicial mostrou que muitos dos acidentes com aeronaves até aquele momento poderiam ter sido evitados, tendo sido atribuídos ao design ruim e sem sentido da cabine do piloto. Foi então que os designers usaram essas descobertas para examinar a maneira como o piloto interage com os controles na cabine, buscando torná-las mais intuitivas e fáceis de usar.
A ergonomia cresceu enquanto um estudo e passou a incluir tudo o que um ser humano faz. Este foi o início do design voltado para as pessoas. Assim, em vez de nos ajustarmos à tecnologia, ela é que se ajusta a nós.

TODAS AS PESSOAS SÃO DIFERENTES
Com o desenvolvimento do computador nos anos 1960, a ergonomia cresceu enquanto estudo para incluir tudo o que um ser humano faz.
Nem todos os corpos são iguais. Ao avaliar o conforto de uma estação de trabalho, nunca devemos generalizar uma postura ideal com base, digamos, na altura das pessoas.
Estudos antropométricos foram usados para ajudar a entender as diferenças entre certas medidas das pessoas no universo de uma população. Um tema dominante relacionado à ergonomia no local de trabalho diz respeito ao fato de a indústria moveleira que, mesmo sendo mais preocupada com a ergonomia, não tem um relacionamento comercial com os fornecedores de tecnologia que, no geral, são menos preocupados com as questões que envolvem a ergonomia. Isto leva a um desencontro, do ponto de vista ergonômico, para o indivíduo que tem uma mesa e os equipamentos de TI necessários para fazer o seu trabalho. Design de boa qualidade, do ponto de vista ergonômico, significa entender: A adequação existente entre o usuário, os equipamentos e o ambiente compatível com cada indivíduo.

Artigos

  •  

    Por que um braço de monitor é importante?

  •  

    Bem-estar no local de trabalho